Início Esporte Pará Circuito multiesportivo paraense ganha as trilhas do Maranhão

Circuito multiesportivo paraense ganha as trilhas do Maranhão

69

A pequena cidade de Carolina, no sul do estado do Maranhão, parou pra ver as provas do Circuito Multiesportivo paraense Sun&Fun Adventure, que no último final de semana mobilizou mais de duas centenas de participantes nas modalidades de stand up paddle, mountain bike e corrida rústica. Apesar de ser relativamente novo, o evento vem crescendo junto aos amantes do esporte de aventura por não ter obrigatoriedade de tempo. A ideia é deixar todo mundo livre pra estabelecer seu próprio limite e regras usando uma bússola de tempo imaginária, explorando locais pouco conhecidos e de difícil acesso. As trilhas são demarcadas, mas alguns participantes podem se perder momentaneamente, daí a importância da sinalização.

“Dá a maior adrenalina, funciona como antidepressivo e fortalece tanto o corpo como a mente”, contou o farmacêutico Hélio Carvalho, que mora na vila de Grajaú, a 70 Km de Carolina. Ele não chegou em primeiro lugar, mas sintetizou bem o espírito do circuito. O primeiro colocado foi Matheus Almeida, 40, um carioca que mora em Balsas (MA) e é um grande incentivador das corridas de mountain bike. O segundo lugar ficou com Vilian Alves, de Carolina, e o terceiro com Wagner Silva, também de Carolina, que ficou surpreso com a colocação: “Eu fiquei em terceiro? Gente, que legal!” O trio completou a trilha de 50 quilômetros em três horas e cruzou a linha de chegada já de noite.

A prova de mountain bike foi realizada na tarde do sábado (9), com 62 participantes dos estados do Pará, Maranhão e Tocantins. A Central das Corridas, plataforma digital usada pelo Sun&Fun pra efetuar as inscrições, havia registrado 82 competidores. No feminino, Milceia Procópio (1º), Lívia de Souza (2º) e Júlia Vidal Melo (3º), ambas de Balsas (MA), dividiram o pódio.

Pela manhã, a agitação ficou por conta dos atletas do stand up paddle. A modalidade chamou a atenção dos moradores, que nunca tinham visto uma competição náutica não motorizada nas águas do rio Tocantins, que separa Carolina da Vila Fidélis, no estado de mesmo nome.

O secretário municipal de Esportes de Carolina, Rogério Rodrigues de Souza, confirmou a informação e sugeriu uma parceria com os paraenses com objetivo de incentivar a utilização do rio Tocantins como cenário de ações esportivas. “Nós vamos conversar melhor sobre isso e, quem sabe, poderemos trazer mais dessas competições para Carolina”, disse. Outro secretário municipal que elogiou o circuito paraense foi Leonardus Amorim, da pasta de Turismo. “Iniciativas como essa abrem várias possibilidades para trabalharmos o plano de turismo de Carolina para a baixa temporada”, disse.

O município de Carolina, juntamente com Estreito e Riachão, foi incluído no traçado geográfico do Parque Ambiental da Chapada das Mesas, criado em 2005 pelo governo federal como forma de preservar o bioma local. A área ocupa 159.951 hectares de vegetação de cerrado, campos e um relevo característico, formado por grandes chapadões, quedas d’águas e cachoeiras. Esse cenário facilitou a abertura de empreendimentos grandiosos, como o Complexo da Pedra Caída e várias fazendas que ganharam trilhas como forma de explorar o turismo ecológico. A segunda parte da programação do Sun&Fun Adventure segue até novembro com a realização de mais duas etapas: Salinópolis e Curuçá.

Ao propor a realização desta edição especial do circuito em Carolina, a coordenação do evento não esperava tanta repercussão. “A procura foi muito grande e ficamos temerosos, mas decidimos seguir em frente e conseguimos trazer nossa logística de guarda-corpo, pódio e pórtico. Deu muito trabalho, mas nós faríamos tudo de novo em nome dos nossos atletas. A cidade de Carolina abraçou nosso evento e nós conseguimos fazê-lo com grandiosidade. Agradeço ao Governo do Pará, e em particular aos secretários Adenauer Góes, de Turismo; Renilce Nicodemos, de Esporte e Lazer, e Daniel Nardin, de Comunicão, pelo apoio que nos deram”, declarou Live Gomes, organizadora do Sun&Fun Adventure.

Emoção - O circuito também teve muitas surpresas, como a do campeão da prova de stand up paddle, Marcos Silvano Miranda, o “Marcão”, de 51 anos. Ele remou os 10 quilômetros da prova em pé sobre um caiaque, quando o recomendado é uma prancha de mais de dois metros de comprimento e auxílio de remos em alumínio. “Eu remo todos os dias nesse rio e ainda pratico outros esportes. Poder ver esse local cheio de atletas, nesse clima de festa, é emocionante pra mim. Esse rio é muito bonito e precisa ser explorado, seja para a prática do lazer, seja para o esporte”, desabafou.

O caiaque do campeão logo virou atração entre os turistas e moradores de Carolina, que foram unânimes em reconhecer o mérito do campeão. Marcão dividiu o pódio com Abílio Diniz, do Pará, e Thassyo Costa, de Balsas (MA). No feminino, muita festa também pras atletas Leila Solon, Luciana Dantas e Tânia Assis, primeira, segunda e terceira colocadas, respectivamente. Todos receberam medalhas e um souvenir do Pará.

Outro exemplo de superação revelado pelo Sun&Fun foi o da dona casa Joana Martins da Silva, 69, que há vários anos faz parte do grupo “Socorrer” e diz que não pretende parar. O percurso de 15 quilômetros foi concluído em mais de cinco horas. Dona Joana, como é conhecida entre a turma mais jovem, recebeu todo carinho da equipe, que só declara encerrado o evento quando o último participante cruza a linha de chegada. “É nossa regra”, conta Bruno Calderon, diretor de provas do Sun&Fun Adventure.

A trilha da corrida rústica foi montada no complexo da Pedra Caída, que pela primeira vez recebeu um evento promovido pelo estado vizinho. O local, além de uma beleza inegável, oferece atrações como cachoeiras, teleférico e tirolesa, em nada deixando a desejar a muitos parques temáticos. “Estamos muito orgulhosos, agora o Pará também é referência em eventos multiesportivos”, disse Live Gomes.

A prova da corrida rústica é a mais esperada do circuito. Foram 150 participantes de um total de 232 inscritos pela internet. A largada foi às 7h da manhã, em clima de descontração. Os participantes vêm em grupos ou sozinhos. “O que vale é a alegria”, disse a campeã no feminino Silene dos Santos, do grupo “Amigas da Praça”, de Ananindeua.

“O esporte é bom, muda tudo na vida da gente”, completou a atleta Deize Bastos, que corre junto com a campeã. “Nosso grupo é bem grande e esperamos continuar crescendo”, completou. O pódio feminino foi completado com as atletas Andreia Regina, Silvanea Menezes, em terceiro.

Entre os homens, nada de prorrogações. O campeão foi Athila Cavalcante, com tempo de uma hora e dezoito minutos. Natural de Araguaína, ele já venceu as provas de 10 mil e 5 mil metros no circuito Norte e Nordeste da Caixa Econômica Federal.

O segundo colocado foi Marcelo Pinto, com tempo de uma hora e vinte e um minutos, e em terceiro, Evanis Carlos, de Carolina, ficou em terceiro com tempo de uma hora e vinte e cinco minutos.

O Sun&Fun também atraiu muitos outros corredores. Um dos mais animados era Rafael Sousa Rabelo, de Araguaína. “Eu vi o Sun&Fun nas redes sociais e estou aqui pra aprender a logística e participar da prova, já que temos projeto nessa área e queremos melhorar nosso trabalho. Até aqui, estou gostando muito”, disse. Outros grupos de Imperatriz, Araguaína, Balsas e Belém completaram a festa, que também teve participação de casais como Flávio e Livia Silveira.

O circuito Sun&Fun Adventure segue em mais duas etapas no Pará. As inscrições estão abertas no site do evento www.circuitosunfun.com.br

(Texto: Selma Amaral)
Por Governo do Estado do Pará