4

Precisando reverter desvantagem, Fluminense encara o Goiás na Copa do Brasil

Pressionado pela derrota de 2 a 1 no confronto de ida, o Fluminense recebe o Goiás nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela rodada de volta da quarta fase da Copa do Brasil.

Com o revés, de virada, o time carioca precisa fazer 1 a 0 para se classificar, já que o gol anotado como visitante vale para critério de desempate. Se devolver o 2 a 1 o time carioca forçará a disputa de pênaltis. Aos goianos basta o empate ou até uma derrota por um gol de diferença, desde que marquem pelo menos dois gols.

Abel Braga, técnico do Fluminense, tratou de convocar reforços para o confronto, chamando a torcida para apoiar em peso. O treinador disse que trabalha com a possibilidade de mais de trinta mil torcedores no Maracanã.

“Acredito que não estamos pedindo muito para uma torcida que foi capaz de criar uma atmosfera como a que vimos na vitória (2 a 0) sobre o Liverpool na estreia na Copa Sul-Americana. Ainda mais porque vai ser um jogo no Maracanã e de suma importância para o Fluminense. O torcedor pode apostar que vamos ficar muito felizes. Trata-se de uma partida em que vamos sair de uma situação desfavorável, começando perdendo e precisando de gols. Vai ser complicado e ter a torcida nos apoiando ao longo dos noventa minutos realmente vai ser algo muito importante”, disse Abel Braga.

Na visão dos jogadores a tranquilidade é fundamental para o Fluminense. “O jogo vai ser muito complicado porque o Fluminense tem que fazer a vitória, sair de um resultado ruim e vai enfrentar um time qualificado, pois o Goiás mostrou todo o seu potencial na partida de ida. Teremos que pressionar muito, porém, com a tranquilidade de quem sabe que não pode ficar exposto”, disse o zagueiro Henrique.

O Fluminense tem problemas para esta partida. O goleiro Diego Cavalieri, expulso no confronto de ida, cumpre suspensão, assim como o zagueiro Renato Chaves, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Assim, Júlio César ganha novamente o direito de defender o arco tricolor e Nogueira será o companheiro de Henrique na zaga. Outro problema é o atacante Henrique Dourado, vetado por conta de um estiramento muscular de grau 1 na coxa direita. Richarlison assume o posto.

Pelo lado do Goiás o clima é de otimismo, pois o time, que não folgou no fim de semana como o Fluminense, fez 2 a 1 no Atlético e largou na frente nas semifinais do Campeonato Goiano. O técnico Sílvio Criciúma pediu cautela e inteligência.

“Não há nada definido, é uma decisão e o Fluminense tem um grande time, sendo ainda mais forte jogando no Maracanã. Vamos precisar saber a hora certa de construir o resultado, sem perdermos em nenhum momento o espírito de luta, como foi na partida de ida”, disse Criciúma.

A equipe do Goiás terá modificações em relação ao confronto de ida. O atacante Carlos Eduardo, que cumpre suspensão por ter sido expulso no confronto de ida, fica de fora. Assim, Aylon deve ser o escolhido para ficar com a vaga. Com a documentação regularizada, o lateral-direito Tony estreia na vaga de Hélder. O volante Patrick, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, cede o lugar a Toró.

Pelo regulamento quem avançar para as oitavas de final da Copa do Brasil não vai conhecer ainda seu adversário. Isso porque os próximos confrontos serão definidos em um sorteio na sede das CBF nesta quinta-feira. Além dos cinco times que avançam desta quarta fase, estarão nas oitavas os oito participantes do Brasil na Copa Liobertadores (Atlético-MG, Atlético-PR, Botafogo, Chapecoense, Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Santos), o campeão da Copa do Nordeste (Santa Cruz), o campeão da Copa Verde (Paysandu) e o campeão da Série B do Campeonato Brasileiro (Atlético-GO).

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ X GOIÁS-GO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 19 de abril de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

FLUMINENSE: Júlio César, Lucas, Nogueira, Henrique e Léo; Jefferson Orejuela, Wendel e Junior Sornoza; Wellington Silva, Richarlison e Marcos Junior. Técnico: Abel Braga

GOIÁS: Marcelo Rangel, Tony, Fábio Sanches, Everton Sena e Jefferson; Victor Bolt, Toró, Léo Sena e Tiago Luis; Aylon e Léo Gamalho. Técnico: Sílvio Criciúma

Fonte:Espn


Was This Post Helpful:

0 votes, 0 avg. rating

Share:

admin

Leave a Comment