Início Esporte Henrique quer voltar à seleção no Corinthians e evita Fluminense: ‘Muito para...

Henrique quer voltar à seleção no Corinthians e evita Fluminense: ‘Muito para falar, mas na hora certa’

39

Quase duas semanas após ser aprovado nos exames e começar a trabalhar no Corinthians, Henrique foi, enfim, apresentado nesta segunda-feira. Com os problemas burocráticos que atrasaram seu anúncio já resolvido, o zagueiro evitou falar sobre o Fluminense, sua ex-equipe, e admitiu que sonha em voltar para a seleção brasileira.

“Prefiro falar do Corinthians, o Fluminense vai ter muita coisa para falar, sim, mas vai ter o momento certo para isso”, afirmou o defensor, que acertou com o Corinthians após ser dispensado pelo clube carioca. Segundo ele, porém, já havia conversas com o atual campeão brasileiro antes.

“Já tínhamos uma conversa, foi se alimentando, o Fluminense até deu uma barrada nisso em um momento, e às vezes há males que vem para o bem. A vontade era muito grande de vestir essa camisa, demorou um pouco, mas deu tudo certo”, complementou.

Ao falar sobre seus objetivos no novo time, Henrique deixou claro que prioriza as metas coletivas do Corinthians, mas também revelou o sonho de voltar à seleção brasileira – ele esteve na Copa do Mundo de 2014, como reserva na equipe de Luiz Felipe Scolari.

“Corinthians é uma grande vitrine, mas meu pensamento é ajudar o Corinthians em seus objetivos. Tem Libertadores, muito chão pela frente. Meu objetivo é ajudar. Fui muito bem recebido e pretendo retribuir esse carinho. Sobre seleção, futebol é muito dinâmico e a gente almeja sim voltar, mas depende de cada treino, cada trabalho”, disse. O zagueiro também tratou de seu passado no Palmeiras, mas garantiu não ser problema. Segundo ele, jogar no Corinthians sempre foi um sonho, e a alegria é grande ao, enfim, realiza-lo.

“Muita vontade de vestir essa camisa, uma honra muito grande defender essas cores, esse escudo. Muitas vezes as pessoas falam de felicidade, mas para mim, é até difícil. Quando recebi a notícia que estava certo, foi alegria muito grande. Independente de Palmeiras, Fluminense, Napoli, isso tudo é passado, vivemos o presente. Quero poder chegar, demonstrar meu futebol.”

Com os atrasos burocráticos, Henrique não pôde treinar com o restante do elenco nas últimas semanas. Embora tenha aprimorado a parte física, o zagueiro ainda precisará de um período de adaptação para ficar à disposição do técnico Fábio Carille, que adiantou que a tendência é que ele só seja relacionado a partir da outra semana.

Fonte:Espn