Início Esporte Pará Mangueirinho e atletas paraenses no foco do mundo com o UFC

Mangueirinho e atletas paraenses no foco do mundo com o UFC

29

No dia 3 de fevereiro, Belém receberá um dos maiores eventos esportivos do mundo: o Ultimate Fighting Championship (UFC). Pela primeira vez na história, o maior campeonato de MMA do mundo será realizado em uma cidade do Norte do país. O local será a Arena Guilherme Paraense, popularmente conhecida como “Mangueirinho”.

Estrutura – Inaugurada em 21 de outubro de 2016, a arena multiuso Guilherme Paraense é a primeira do Pará e uma das únicas, e mais recentes, arenas climatizadas do Brasil. Foi construída pelo governo do Estado em uma área de aproximadamente 23 mil metros quadrados, dentro do complexo esportivo do Estádio Olímpico do Pará, o ”Mangueirão.

O complexo comporta diversos formatos de eventos. Conta com uma estrutura completa, com quadra multiuso de 1.500m² em madeira de lei e tecnologia de amortecimento, salas de apoio, cabines de imprensa, camarins, vestiários, área de circulação com bares/lanchonetes e banheiros, telão de LED de quatro faces com placar eletrônico, arquibancada com mais de 11 mil assentos antichamas, acessibilidade para Pessoas com Deficiência e muito mais.

Em pouco mais de um ano, a Arena Guilherme Paraense já foi cenário de eventos esportivos nacionais e internacionais, recebendo seleções de handebol feminino, equipes nacionais de vôlei masculino e a Seleção Brasileira feminina de vôlei. Em novembro do ano passado, sete mil pessoas assistiram da arquibancada do “Mangueirinho”, a despedida do boxeador baiano Acelino ‘Popó’ Freitas, dono de quatro títulos mundiais, dos ringues. O espaço multiuso sediou também shows musicais e apresentações de ‘stand up comedy’.

“Esse evento será extremamente importante para divulgar o nosso Estado, nacional e internacionalmente. Além de mostrar a estrutura da nossa arena e atrair outros grandes eventos para Belém, vai servir de vitrine para os atletas paraenses que vão participar do UFC e que terão a chance de competir com adversários de altíssimo nível”, destaca Fabriano Fretes, presidente da Pará 2000, organização social que administra o “Mangueirinho”.

Prata da casa – Cinco atletas paraenses já tiveram suas participações confirmadas no UFC Belém: Deiveson Alcântara, Douglas D’Silva, Iuri Marajó, Michel Trator e Polyana Viana, que compõe o grupo de representantes do Pará no card do Ultimate Fighting Championship.

Deiveson – Natural de Soure, o peso-mosca Deiveson Alcântara, ou “Deus da Guerra”, vai enfrentar o americano Joseph Morales. Aos 29 anos, ele permanece invicto em 13 combates profissionais de MMA que disputou, incluindo dois pelo UFC. Esta será uma luta entre invictos, já que o rival, Joseph Morales, de 23 anos, também não perdeu nenhuma luta que disputou, tendo no máximo empates ou lutas sem resultado dentre as nove disputas profissionais no MMA.

Douglas D’Silva – Natural da cidade de Castanhal, Douglas vai encarar o equatoriano Marlon Vera, pela categoria ‘galo’. Ambos vêm de derrotas.

Marajó – O ‘peso-galo’ Iuri Marajó enfrentará o americano Joe Soto. Com 37 anos, 14 deles como profissional de MMA, o atleta da Ilha do Marajó terá a chance de recuperar a boa fase em Belém, já quem vem de duas derrotas seguidas, uma delas para Brian Kelleher e outra para Alejandro Perez. Marajó coleciona 44 lutas como profissional, sendo 34 vitórias, nove derrotas e uma luta sem resultado. Já esteve presente em outros nove eventos do UFC realizados no Brasil.

Adversário – Joe Soto, 30, adversário do paraense, tem 24 lutas na carreira, com 18 vitórias e seis derrotas. O atleta também vem de uma derrota para Brett Johns, em dezembro de 2017.

Trator – Já o ‘peso-leve’ Michel Trator tentará a sexta vitória consecutiva no octógono contra o norte-americano Desmond Green. Trator está invicto há dois anos, derrotando grandes nomes como Valmir Bidu, JC Cottrell, Gilbert Durinho, Josh Burkman e Mads Burnell.  O paraense coleciona 23 vitórias em 25 lutas. Pode-se dizer que sua especialidade é finalizar os oponentes, já que conquistou dez vitórias desta maneira.

Oponente – Desmond Green, oponente de Trator, chegará ao Brasil com desejo de se recuperar da última luta que disputou, na qual foi derrotado por Rustam Khabilov no UFC Rotterdam, em setembro de 2017. Ao todo, o ‘peso-leve’ possui 20 vitórias e seis derrotas no cartel.

Polyana – O Pará terá, mais uma vez, uma lutadora no UFC. A paraense Polyana Viana estreia no UFC dentro de casa, no Mangueirinho. Aos 26 anos, Polyana já foi campeã do Jungle Fight, reunindo um cartel de nove vitórias e uma derrota na categoria ‘palha’ (até 52 kg). Natural de São Geraldo do Araguaia, no sul do Estado, ela vem de cinco vitórias seguidas e enfrentará a lutadora Maya Stevenson.

O UFC Belém terá como ponto alto a batalha entre Lyoto Machida e Eryk Anders. Os ingressos estão à venda pelo site www.tudus.com.br.

Organização – Desde que a organização do evento confirmou o UFC Belém, reuniões frequentes vêm acontecendo para ultimar os preparativos. “A ideia é integrar vários órgãos da segurança, esporte, turismo e cultura, para garantir a organização e sucesso do evento”, pontuou Fabriano Frates.

Por Syanne Neno
Fonte:Agência Pará