Início Pará Indústria paraense tem salto na geração de empregos formais em 2017

Indústria paraense tem salto na geração de empregos formais em 2017

11

O ano passado foi marcado por uma crise econômica que afetou a empregabilidade e o número de postos de trabalhos criados em todo o país. No entanto, a indústria paraense fechou 2017 com saldos positivos em geração de emprego neste setor da economia.

Dados divulgados nesta quinta-feira (11), pelo Departamento Interestadual de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos no Pará (Dieese-PA), por meio de pesquisa realizada com números oficiais do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho, apontam geração de 1.276 postos de trabalho no setor durante 11 meses de 2017.

No período que compreende os meses de janeiro a novembro do ano passado, foram realizadas 27.745 contratações contra 26.469 demissões, o que gerou saldo positivo. Já no mesmo período de 2016 a situação foi inversa. Foram 32.995 desligamentos contra 29.654 admissões, gerando a perda de 3.341 postos de trabalho.

Entre os estados da região Norte, o Pará foi o segundo que mais gerou empregos na indústria, na frente de Amazonas, Amapá, Roraima, Tocantins e Acre. No Amazonas, foram 28.326 admitidos contra 27.964 desligados, saldo positivo de 362 vagas de emprego. Já os demais estados registraram números ainda menores de contratações. No Acre, foram 199, no Amapá 129, em Roraima 81 e no Tocantins 60 novos postos de trabalho.

Por Heloá Canali
Fonte:Agência Pará