Início Esporte Corinthians abre mão de Tréllez e vê Scarpa mais longe

Corinthians abre mão de Tréllez e vê Scarpa mais longe

92

O Corinthians chegou a ter conversas avançadas com o atacante Tréllez, do Vitória, mas a saída do artilheiro Jô, que poderia acelerar as tratativas, acabou esfriando o negócio. Avaliando o colombiano de 27 anos como alguém que viria para brigar por posição em 2018, a diretoria preferiu poupar o dinheiro dessa transferência para se concentrar em um nome que viesse com aura de unanimidade para o setor.

“Eu ouvi muita coisa a respeito do Tréllez. Todo atleta gostaria de vestir a camisa do Corinthians, acredito que ele também. O Vitória nunca levantou a bandeira de pagar a multa e levar o atleta. Ele passou por um momento eleitoral e, num segundo momento, a gente colocou o pé no freio e passamos a avaliar um pouco mais a tomada de decisão”, comentou o gerente de futebol do clube, Alessandro, explicando a guinada na negociação.

“Negociávamos quando tínhamos o Jô. O Trellez viria para ser opção, mas agora não temos o artilheiro do Brasileiro. Não temos duas balas para atirar, às vezes é melhor guardar e gastar na hora certa”, observou o dirigente, que tem para o setor o turco Kazim, o garoto Carlinhos e, possivelmente, Danilo e Júnior Dutra, atletas que já atuaram na função de camisa 9.

“A gente vinha já trabalhando nomes para essa posição. Ali nós entendemos que seria muito ruim ter três, quatro atletas no mesmo setor”, avaliou Alessandro, sem dar pistas sobre quem seria esse nome. O que ele garante, porém, é que é possível buscar alguém no mercado interno, sem a necessidade de tentar fora do país.

“Tem esse nome, sim, acredito que tenha um atleta que possa nos qualificar no setor. Infelizmente ainda não temos o nome, porém. Torcedor, confie, tenha paciência. A gente toma as decisões com muita segurança. Não vamos fazer loucura, trazer jogador para ganhar 800 mil reais”, concluiu.

Scarpa

O meia Gustavo Scarpa não se reapresentou com o restante do elenco do Fluminense, nesta quarta-feira, e tem situação indefinida para a temporada, mas nada disso o coloca mais próximo do Corinthians. De olho na possibilidade de ter o armador, o Corinthians vê com dificuldade o negócio pelo alto custo do atleta e pela relação cada vez mais conturbada entre ele e o Fluminense

“É um setor muito difícil de encontrar, atletas de meio-campo, atletas com competência, qualidade. Não posso hoje dizer que ele seria o nome, é um atleta do Fluminense, é uma questão dele se ele se reapresentou ou não”, disse o gerente de futebol do clube, Alessandro, admitindo que, caso houvesse a possibilidade, gostaria de contar com o canhoto no elenco.

“Não posso ignorar, também, a vontade de tê-lo. Hoje é um atleta do Fluminense, o que posso dizer é que é um excelente atleta e que é óbvio que gostaria de ter comigo. Chegamos a conversar já, mas não seguimos”, assegurou o dirigente, bastante reticente com a possibilidade de executar o negócio.

Internamente, o Corinthians avalia a atitude como uma “forçação” de barra do jogador na busca por uma transferência, provavelmente sob orientação dos seus empresários. Receoso com a possibilidade de prejudicar sua relação com os cariocas, o clube do Parque São Jorge não quer ser relacionado à atitude do jogador.

Aos 23 anos, Scarpa é visto como a principal peça do Flu no mercado de transferências, abrindo a possibilidade de os cariocas obterem alguns jogadores em troca da sua saída. Atualmente, no entanto, alguns corintianos têm relutado da possibilidade de ir para o Rio de Janeiro, dificultando um abatimento no preço do jogador.

A ideia dos alvinegros é que o montante não ultrapasse os R$ 10 milhões, além da cessão de até três jogadores. Quanto mais valorizados forem os envolvidos na transação, mais viabilidade tem o Alvinegro de selar o negócio financeiramente, principalmente em uma fase de equação das dívidas.

“Na hora de você convencer o atleta a sair é difícil, sair do Corinthians, com toda essa estrutura que a gente tem, para ele se desgarrar, é difícil”, observou o profissional alvinegro, que espera deixar o elenco pronto para Carille até o início da temporada, no dia 17 de janeiro, na estreia do Paulista.

Fonte:Espn