Início Pará Operação Fim de Ano 2017 da PRF se inicia nesta sexta-feira

Operação Fim de Ano 2017 da PRF se inicia nesta sexta-feira

155

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) dá continuidade a partir desta sexta-feira (29) a segunda parte da operação Final de Ano 2017 nas rodovias federais no Pará. A operação inicia às 00h desta sexta-feira e segue até segunda-feira (1º).

A ação da PRF tem foco na fiscalização de imprudências como ultrapassagens proibidas, embriaguez ao volante e excesso de velocidade. Segundo informações da PRF, das quatro mortes registradas até o momento, três foram ocasionadas por manobras que poderiam ter sido evitadas como ultrapassagem em local proibido. A ideia é reduzir em 50% o número de mortes dentro da operação “Rodovida”.

Na terça-feira (28), a PRF divulgou o balanço parcial da operação Fim de Ano 2017. Entre os dias 22 e 25 de dezembro foram fiscalizados 1.373 veículos, 1.433 pessoas e realizados 1041 testes de alcoolemia que resultaram em 22 condutores autuados por conduzirem sob efeito de álcool e outros cinco condutores presos por apresentar nível de alcoolemia acima de 0,30 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, o que é considerado crime de trânsito.

No mesmo período também foram registrados dois acidentes com vítimas fatais nas rodovias federais no Pará. No sábado (23), no quilômetro 566 da rodovia BR-230, no município de Vitória do Xingu, no sudoeste do Pará, um caminhão tombou para fora da rodovia que resultou na morte do condutor. No domingo (24), no quilômetro 163 da rodovia BR-010, no município de Paragominas, no sudeste do estado, a colisão frontal entre uma motocicleta e uma caminhonete resultou na morte do condutor da moto.

“Nesse período temos como característica em nossa região as chuvas. Para que a segurança seja garantida durante a viagem é necessário que os pneus e o limpador do para-brisa estejam em condições de atuar de maneira eficaz. Outro fator a ser considerado é a velocidade, que mediante chuva deve ser imediatamente reduzida”, diz o comunicado da PRF.

Fonte:G1