Início Brasil Maia cobra que Temer anuncie se decidiu adiar reforma ministerial

Maia cobra que Temer anuncie se decidiu adiar reforma ministerial

201
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cobrou nesta quarta-feira (22) do presidente Michel Temer que ele anuncie se decidiu adiar a reforma ministerial. Segundo Maia, cabe ao presidente a decisão de indicar novos membros para a Esplanada, mas o Congresso não pode ficar “paralisado esperando a decisão”.

A reforma ministerial foi alardeada como uma estratégia do governo para agradar partidos do chamado Centrão com postos de comandos na Esplanada. Em troca, receberia apoio para votação de outra reforma, a da Previdência, no Congresso.

Só que, apesar de muito discutida nos últimos dias, a reforma ministerial até agora teve uma mudança. No comando do Ministério das Cidades, saiu Bruno Araújo (PSDB-PE), que volta para a Câmara, e entrou o deputado Alexandre Baldy (sem partido-GO), indicação de Rodrigo Maia.

Ainda há a expectativa que o presidente faça outras trocas na equipe, como a do ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy, do PSDB.

Para o presidente da Câmara, a indecisão sobre mais mudanças atrapalha a votação da Previdência no Congresso, porque os parlamentares aguardam as nomeações para avaliar o cenário político.

“A indicação é decisão do presidente Michel Temer. O que eu acho é que, independente do que vai ser feito, precisa ter uma decisão. Se não vai mexer, anuncia. Eu acho que é um caminho. O que não podemos é ficar paralisados esperando uma decisão”, afirmou.

Ao falar especificamente sobre a situação de Imbassahy, Maia disse que o ministro tem feito um “bom trabalho”, que se reflete no resultado de votações recentes.

Fonte:G1