Início Esporte E agora, Corinthians? Veja a situação de quem pode sair e chegar...

E agora, Corinthians? Veja a situação de quem pode sair e chegar depois do hepta Brasileiro

164

O Corinthians oficialmente é heptacampeão brasileiro. Mas e agora? O momento, claro é de festa, mas o clube já começa a se planejar para a próxima temporada, pensando em como segurar as principais peças, como repor possíveis perdas e como melhorar ainda mais o elenco.

Desta vez, o Corinthians trabalha com a possibilidade de perder um, dois ou três jogadores. E um deles já parece certo depois que Guilherme Arana falou em tom de despedida e praticamente confirmou que deve jogar pelo Sevilla a partir de janeiro.

Em contrapartida, reforços devem chegar em pelo menos quatro posições: zaga, lateral-esquerda, meio de campo e ataque.

Mas também há um ponto importante a considerar: o clube terá eleições para presidente em fevereiro de 2018. Assim, o planejamento será feito pela diretoria atual, mas pode mudar um pouco quando os novos mandatários assumirem os cargos.

Guilherme Arana tem um pé e meio fora do Corinthians. Ele mesmo disse na saída de campo que ‘tudo indica’ que ele esteja se despedindo do clube.

A situação, porém, ainda não é definitiva. O próprio Corinthians admite a grande chance de perdê-lo, mas diz que a proposta oficial do Sevilla ainda não chegou. Dirigentes dos dois clubes já se reuniram nos últimos dias, e a expectativa é de que essa oferta chegue em breve.

Outro com muitas especulações de saída é Jô. O centroavante teria sondagens de vários clubes europeus por seu futebol – chegou a se falar até de Napoli e Borussia Dortmund.

Nesta quarta-feira, porém, o próprio atacante falou que quer ficar. “Vou continuar aqui para buscar a Libertadores. Já ganhei uma, mas quero sentir o gostinho de buscar uma aqui pelo Corinthians. Amo esse clube de paixão. O que fizeram por mim, nunca vou esquecer”, disse.

Tudo isso, é claro, pode mudar dependendo do tamanho da oferta que chegar.

PABLO

O terceiro candidato a não ficar no Corinthians seria Pablo, que tem apenas um vínculo de empréstimo até o final do ano.

Essa ‘novela’, porém, parece caminhar para um final feliz.

O próprio zagueiro já disse que tem a vontade de ficar, e o Corinthians garante que não terá problemas na negociação com o Bordeaux. Resta agora que clube e empresários cheguem a um denominador comum de luvas e salários.

E as conversas avançaram bastante nos últimos dias. Tanto é que Pablo e os dirigentes corintianos falaram em tom de otimismo.

DANILO

O experiente jogador voltou aos gramados nesta quarta-feira depois de um ano e três meses sem jogar. Aos 38 anos de idade, ele tem contrato só até dezembro, mas já avisou que nem pensa em aposentadoria.

Ainda não existiram conversas para renovação. Mas tanto Danilo quanto o Corinthians deixam claro que ele pode e até deve continuar. O sentimento de agradecimento e respeito parece ser mútuo entre as partes, que devem sentar para conversar agora.

OUTRAS SAÍDAS?

O Corinthians se precaveu em relação a possível saída de alguns outros nomes do elenco. Cássio e Fágner, por exemplo, tiveram seus vínculos renovados até o fim de 2019 e 2021, respectivamente.

O clube também já chamou Balbuena para conversar. O zagueiro paraguaio chegou a receber sondagens de clubes da Itália no meio do ano. Agora já campeão brasileiro, deve voltar a conversar para renovar seu vínculo com o Corinthians.

Há ainda a possibilidade de chegarem novas ofertas por Rodriguinho, por exemplo. Mas hoje não existe nada de concreto em relação a ele também.

REFORÇOS

Segundo o próprio Flávio Adauto, diretor de futebol, são três as posições mais carentes no momento: a lateral-esquerda (que deve perder Arana), o meio de campo (no setor mais ofensivo) e o ataque.

Só que o Corinthians também tem conversas avançadas para reforçar outro setor, a zaga. A expectativa é de que o clube possa se reforçar com Marlon, que fez bom ano na Ponte Preta.

Para o ataque, o clube alvinegro fala abertamente no nome de Roger, que tem contrato só até o final do ano com o Botafogo. O Corinthians, porém, espera uma definição do próprio atleta e entende que há uma chance de ele querer continuar em General Severiano, até como agradecimento pelo que o clube carioca fez por ele.

Júnior Dutra, do Avaí, também é outro que ainda está em pauta.

No meio de campo, o nome preferido é o de Zé Rafael, do Bahia, que também já tem conversas encaminhadas.

Já na lateral-esquerda, a maior especulação era a de Reinaldo, que está na Chapecoense. O problema é que o São Paulo, dono dos direitos do jogador, não deve facilitar em nada a negociação.

Neste setor, há uma grande possibilidade de um reforço bem conhecido da casa. Guilherme Romão volta de empréstimo do Oeste e tem grandes chances de ser aproveitado, até seguindo um caminho parecido com o que trilhou Arana.

Vale lembrar que o Corinthians não conta com muito dinheiro em caixa para investir em contratações. A saída deve ser tentar usar moedas de troca como Mendoza, Jean, Lucca e Marlone, que estão emprestados no momento.

Fonte:Espn