Início Esporte No 1º ano como técnico, Carille é melhor até do que Tite...

No 1º ano como técnico, Carille é melhor até do que Tite em clássicos

78

Fábio Carille obteve mais uma marca pessoal para se orgulhar em seu primeiro ano como treinador. Com o triunfo do Corinthians sobre o Palmeiras por 3 a 2, no domingo, o treinador conseguiu o melhor aproveitamento do clube nos clássicos paulistas desde 2010.

O time alvinegro fechou 2017 com 69% de aproveitamento na soma dos jogos contra Palmeiras, Santos e São Paulo. No total, foram 12 compromissos, com sete vitórias, quatro empates e apenas uma derrota.

O revés foi para o Santos, por 2 a 0, na Vila Belmiro, no returno do Campeonato Brasileiro, quando o time corintiano vivia o momento mais difícil em 2017. Os empates foram todos com o São Paulo: um pela Florida Cup, dois pelo Campeonato Paulista e um pelo Brasileiro. Ainda venceu o rival tricolor duas vezes.

Contra o Palmeiras, o aproveitamento foi de 100%, com três vitórias em três jogos. Algo que não acontecia desde 2012.

O aproveitamento total nos clássicos deste ano (69%) só fica abaixo da marca obtida pelo Corinthians em 2010.

Naquele ano, nada menos do que quatro treinadores comandaram o time. A temporada começou com Mano Menezes. Ele saiu para assumir a seleção. Adílson Batista foi contratado, mas caiu após dois meses. Carille (então auxiliar) assumiu por dois jogos e Tite encerrou a temporada. Mesmo com tamanha rotatividade no comando técnico, o desempenho contra os rivais paulistas foi de 81%: nove jogos, sete triunfos, um empate e uma derrota.

A marca de 81% dos pontos contra os rivais paulistas corresponde ao melhor desempenho neste século (veja quadro abaixo).

Assim, Carille tem uma marca que treinadores como Carlos Alberto Parreira e Tite não conseguiram em uma única temporada.

Tite até venceu o Palmeiras e o São Paulo em 2010, o que significa que ele teve 100% de aproveitamento considerando só a parcela dele de clássicos naquele ano. Mas, comparando temporadas completas em que o treinador gaúcho esteve à frente do time, a marca de Carille é superior.

Em 2011, Tite obteve 39% dos pontos nos clássicos paulistas. Em 2012, foi de 52%. Em 2013, foi de 56%.

*Não inclui os jogos anulados contra Santos e São Paulo

Fonte:Espn