Início Esporte Pará Ivo detalha conversa no vestiário contra o Boa: “Decidimos não baixar a...

Ivo detalha conversa no vestiário contra o Boa: “Decidimos não baixar a cabeça”

12
Após a vitória sobre o Boa Esporte e os festejos do Círio de Nazaré, o elenco bicolor se reapresenta aos treinos na tarde desta segunda-feira, para iniciar a preparação para a partida contra o CRB. Apesar de não ter apresentado um bom futebol em Varginha, os jogadores do Paysandu iniciam empolgados a semana por ter conseguido, mesmo que “na raça”, aumentar para quatro pontos para a zona de rebaixamento.

– Falei isso desde quando eu cheguei. Futebol é assim. Às vezes a gente não consegue colocar aquilo que a gente se prepara e, quando não dá para ir na técnica, tem que ir na pegada mesmo, na raça. O nosso grupo é isso. Já tínhamos conversado a respeito disso. Quando não estivéssemos acertando, não era para desistirmos, que a gente conseguiria alcançar os resultados. Contra o Boa não foi diferente. A nossa conversa no vestiário, mesmo perdendo o jogo, era de que iríamos conseguir a virada. Estávamos muito convictos de que conseguiríamos virar, tanto que quando fizemos o gol o Ayrton pegou a bola e correu para o meio de campo, porque a gente não queria só o empate. Graças a Deus fomos felizes mais uma vez e voltamos para casa de cabeça erguida. Agora é buscar o resultado em casa também – salientou o zagueiro Diego Ivo.

Autor do gol da vitória alviceleste em Varginha, Ivo mais uma fez afirmou que o elenco está unido para alcançar o principal objetivo do clube no momento, que é a permanência na Série B. O defensor deu mais detalhes sobre a conversa que aconteceu entre os jogadores no intervalo da partida contra o Boa Esporte.

– O Ayrton chamou a responsa dentro do vestiário. Quando nós sentamos para descansar a gente sabia que tinha condições de buscar a virada. Nossa equipe estava jogando bem. Tivemos alguns pequenos erros que são normais, mas a gente sabia que estava melhor no jogo. Decidimos que não íamos baixar a cabeça. Não pensamos em momento nenhum em sair de Varginha com um ponto, que não seria um mal resultado, mas pela situação que a gente se encontra no campeonato, os três pontos eram de suma importância – frisou.

Em oito jogos pelo Paysandu, Diego Ivo marcou dois gols. Ambos de cabeça, após cobrança de falta feita pelo lateral-esquerdo Guilherme Santos. O primeiro deles ocorreu na penúltima rodada, contra o Guarani.

– Eu estava muito confiante. Quando aconteceu a falta o Ayrton ia bater, mas eu disse: ‘Deixa o Guilherme’, porque essa bola, quando vem mais aberta, eu tenho conseguido sair da marcação e chegar nela. Eu falei para ele (Guilherme): ‘Mano, só levanta, que eu vou atacar ela’. Pode perguntar para ele, que foi assim que a gente conversou. Estou muito feliz de estar podendo ajudar. Agora a gente quer mais na competição – contou o zagueiro.

O próximo adversário do Papão é o CRB. A partida será na próxima sexta-feira, dia 13, no Estádio da Curuzu.

Fonte:G1
Foto: Akira Onuma/O Liberal