Início Pará Ação integrada de segurança mobilizará quase mil servidores

Ação integrada de segurança mobilizará quase mil servidores

27

Os órgãos que compõem o Sistema de Segurança Pública em Santarém, município do oeste paraense, definiram as ações da Operação Çairé 2017, que será realizada de 21 a 25 de setembro. Como já ocorreu em outras edições da festividade, instituições municipais, estaduais e federais atuarão de forma integrada em ações preventivas e de fiscalização, para garantir a tranquilidade de moradores e turistas que irão à vila balneária de Alter do Chão durante os dias do evento. A operação conta com o apoio direto de 19 instituições, e mobilizará 971 servidores.

O Çairé é uma festa tradicional na região, realizada há mais de três séculos. Mantém até hoje características peculiares, com traços religiosos misturados a rituais profanos.

A Operação Çairé 2017 terá ações preventivas e de fiscalização em Alter do Chão e na área urbana de Santarém, a partir dos acessos pela PA-457 (Rodovia Everaldo Martins). O Departamento Estadual de Trânsito (Detran), com apoio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT)  e Polícia Rodoviária Federal, montará barreiras ao longo da rodovia. Outros pontos também serão fiscalizados, como a BR-163 (Santarém-Cuiabá) e a Avenida Fernando Guilhon.

Policiamento – O Comando de Policiamento Regional I (CPR I) destacou para a operação 377 servidores, que serão distribuídos em todos os pontos da Vila de Alter do Chão e nas vias de acesso. Os policiais militares ficarão em áreas estratégicas, onde há maior concentração de pessoas, principalmente no Lago dos Botos, local onde ocorrem apresentações culturais e shows.

O contingente também atuará nas imediações da praia Ilha do Amor e no terminal de passageiros. As ações da Polícia Militar serão coordenadas a partir de uma Sala de Comando, que funcionará desde o dia 21 sob a responsabilidade da PM.

De acordo com o CPR I, pela primeira vez no Çairé o Comando destacará efetivo próprio para as praias, a “polícia a pé”, que circulará durante o dia e à noite, para garantir a segurança de todos. Na Praia do Cajueiro e na Ilha do Amor, as mais frequentadas em Alter do Chão, a Polícia Militar começará suas ações na quinta-feira (21) e prosseguirá até domingo (24), em dois turnos, das 09 às 19 h.

Durante os dias do evento, a Polícia Civil, por meio da Superintendência Regional do Baixo Amazonas, mobilizará 25 servidores, tendo como base a Unidade Integrada Pro Paz, na Vila de Alter do Chão. A equipe será formada por investigador, escrivão e delegado, e realizará procedimentos necessários se ocorrerem delitos.

Apesar de o acesso para Alter do Chão ser por rodovia estadual, a Polícia Rodoviária Federal também fiscalizará condutores de veículos, com barreiras montadas na BR-163. A PRF destacou 36 agentes e quatro viaturas para esse trabalho.

Praias – O 4º Grupamento de Bombeiros Militar (4º GBM) atuará em Alter do Chão com 204 servidores. Eles garantirão a segurança de banhistas durante o dia nas praias da vila e verificarão as condições das estruturas de arquibancadas e camarotes, que serão montados no Lago dos Botos. A fiscalização contará com o apoio de uma embarcação, que percorrerá toda a extensão das praias.

Além do efetivo do Corpo de Bombeiros, a Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito dará suporte às ações de ordenamento fluvial, delimitadas pela Capitania dos Portos de Santarém.

Sala de gestão – Durante os dias de evento, a festa do Çairé contará com uma Sala de Gestão, coordenada pela Prefeitura de Santarém, com a presença de representantes dos órgãos que compõem o Sistema de Segurança Pública do Estado e também da esfera municipal e federal. As ocorrências serão comunicadas aos servidores na Sala de Gestão.

Órgãos que atuam diretamente na proteção dos direitos de crianças e adolescentes ficarão a postos para prevenir e coibir situações que coloquem em risco a integridade desse público. A rede de proteção contará com o apoio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência (Semtras), Conselho Tutelar III – com sede em Alter do Chão -, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdca) e Juizado da Infância e Juventude.

De acordo com o Juizado, todas as noites cinco agentes de proteção estarão nas ruas de Alter do Chão e nos pontos de  maior concentração de pessoas.

Planejamento – O coordenador-geral da ação integrada de segurança pública, tenente-coronel Heldson Tomazo, comandante do CPR I, destacou a importância do envolvimento das instituições de todas as esferas públicas. “Fizemos o planejamento há alguns meses, com todos os órgãos, em relação ao quantitativo de efetivo, viaturas e embarcações que serão utilizadas. É necessário ressaltar que antes cada órgão atuava de maneira isolada, e agora montamos um único planejamento, de forma integrada, chegando a um número de quase mil agentes, conectados por meio de uma rede de segurança”, informou o comandante.

A definição da Operação Çairé 2017 contou com a presença de representantes do Sistema de Segurança Pública do Estado (Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Detran e Centro de Perícias Científicas Renato Chaves), da PRF, Prefeitura de Santarém – por meio das secretarias de Meio Ambiente (Semma), Mobilidade e Trânsito e de Saúde -, Procon, Vigilância Sanitária e Defesa Civil, além da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente, composta pelo Juizado da Infância e Juventude e do Conselho Tutelar I e III. Também estão integrados à ação a Polícia Federal, Capitania dos Portos e Ministério Público Estadual.

Por Samuel Alvarenga
Fonte:Agência Pará