Início Brasil Temer anuncia que Portugal confirma compra de aviões da Embraer

Temer anuncia que Portugal confirma compra de aviões da Embraer

141
O presidente Michel Temer anunciou, na madrugada desta quinta-feira (31), ao desembarcar na China, que Portugal confirmou a compra de seis aviões da Embraer. O anunciou foi feito em um vídeo publicado no Twitter.

O presidente se encontrou com o presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, na quarta (30), em escala antes de a comitiva brasileira partir para a China, para o encontro do Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Temer afirmou que Rebelo confirmou a compra das aeronaves. “Já tivemos um resultado muito positivo”, disse o presidente.

Ainda no Twitter, Temer afirmou que um empresário do Cazaquistão pretende investir “bilhões de dólares” na Bahia. “Ele já investiu US$ 1,4 bilhão lá na Bahia; vai investir mais US$ 1 bilhão. Até está se associando com um grupo chinês para fazer esses investimentos”, afirmou.

Segundo Temer, os chineses prometem mais investimentos no Brasil. “Tivemos várias reuniões com empresários chineses. Foram quatro grandes empresas chinesas que estão investindo no Brasil e querem investir cada vez mais, revelando uma confiança extraordinária no nosso país no setor de energia, no setor elétrico, no setor de mineração”.

Sobre investimentos em empresas que serão privatizadas, Temer está otimista. “Nós salientamos a questão da Eletrobras e dos 57 novos setores que estão colocados à disposição da iniciativa privada. Todos eles revelaram interesse. Não houve assim um objetivo concreto, mas todos querem investir”.

Mas os chineses também fizeram pedidos a Temer. “Alguns reclamaram de uma certa burocracia, especialmente no plano fiscal. Nós dissemos que ao longo do tempo nós estamos desburocratizando esses setores com vistas exatamente a acolher esses investimentos”.

Para Temer, a viagem à China vai render frutos ao Brasil. “O que me disseram é a crença absoluta no Brasil. O Brasil está começando a crescer depois de vários meses de dificuldades. Eles sabem disso. Vocês sabem que os investidores não investem se não conhecer exatamente o que está acontecendo no país”.

Fonte:G1