Início Esporte Pará Marquinhos Santos destaca postura do Paysandu nos jogos longe de Belém

Marquinhos Santos destaca postura do Paysandu nos jogos longe de Belém

76
Da mesma forma como aconteceu com Vila Nova, o Paysandu surpreendeu o Santa Cruz nesta terça-feira, dia 1º, jogou melhor ao longo dos noventa minutos e conseguiu mais um importante resultado nesta Série B, se afastando da zona de rebaixamento em cinco pontos. Ao final do confronto, Marquinhos Santos comentou as atuações destacadas longe de Belém e considerou o time “ansioso” quando tem o torcedor ao seu lado.

– Eu acredito que precisamos tirar a ansiedade perante a presença do nosso torcedor. O clima da arquibancada tem criado essa ansiedade, mas creio que no momento certo vamos vencer em casa e fora. No jogo contra o Ceará tivemos um bom segundo tempo, só que hoje tivemos disciplina tática, anulamos eles e levamos vantagem. Tivemos paciência de sair atrás e buscar o resultado. Ainda temos muito a trabalhar – comentou.

Santos enalteceu ainda a atuação dos atacantes, em especial de Bergson, e também a estreia de Nando. O comandante bicolor explicou a opção pelo novato ao invés do veterano Augusto Recife. Segundo ele, a partida “pedia” um atleta com mais intensidade.

– O Bergson produziu muito durante o ano. Ele é o principal artilheiro do Paysandu no ano e chama essa responsabilidade para ele. É um jogador de muita qualidade dentro da área. Já a estreia de Nando foi porque ele vinha treinando muito bem. Ele entrou por merecimento, não porque o Recife não mereça, mas optamos pela intensidade. Ele me agradou. É um jogador moderno e que não faz apenas a marcação. Nando também pode abastecer os atacantes. Com o tempo, ele vai evoluir mais – pontuou.

O próximo adversário bicolor é o Figueirense, no sábado, dia 5, no Estádio da Curuzu. A equipe catarinense não vem em boa fase na Série B do Brasileiro, mas mesmo assim, o técnico pede cuidado. Marquinhos Santos aposta em uma “proposta inteligente” para conseguir a segunda vitória consecutiva na competição nacional.

– A proposta tem que ser inteligente. Vamos começar a estudar o Figueirense amanhã (terça-feira). Temos que ajustar esse modelo de jogo. O Figueirense tem um trabalho sério, jogadores de qualidade e precisamos analisar com cautela para fazermos um grande resultado. O torcedor estará em nosso favor e temos que voltar a vencer em casa – concluiu.

A delegação do Paysandu deixa Recife no começo da manhã desta quarta, faz uma parada em Brasília e chega até capital paraense por volta do meio dia. Pela tarde, às 16h, o time se reapresenta e os atletas que atuaram farão um regenerativo, enquanto os demais uma atividade com bola.

Fonte:G1
Foto: Fernando Torres/Paysandu