Início Esporte Dorival comemora empate, elogia o Grêmio e diz: ‘Uma hora, o São...

Dorival comemora empate, elogia o Grêmio e diz: ‘Uma hora, o São Paulo vai jogar assim’

255

Apesar da necessidade da vitória para tirar o São Paulo da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o técnico Dorival Júnior comemorou o empate por 1 a 1 diante do Grêmio, no qual se inspira para melhorar o desempenho do time paulista.

O resultado da noite desta segunda-feira, no Morumbi, foi considerado satisfatório pelo técnico são-paulino, porque os gaúchos abriram o placar, com Pedro Rocha, logo aos 19 minutos de jogo, chegando a colocar o adversário na ‘roda’ até o intervalo. Na etapa final, os donos da casa, empurrados por mais de 50 mil torcedores, equilibraram a partida e buscaram o empate com gol de Lucas Fernandes.

“O primeiro tempo foi todo do Grêmio. Tivemos pouca posse de bola, pouca penetração e não conseguimos marcar. Nosso posicionamento facilitou a troca de passes deles. No segundo tempo tivemos outra iniciativa, pressionamos a saída de bola, alongamos o time adversário e criamos chances por dentro”, afirmou Dorival, elogiando o vice-líder do Campeonato Brasileiro.

“Enfrentamos uma das melhores equipes do país, com um futebol plástico, bonito, e muito difícil de se marcar. O São Paulo ainda está buscando uma identidade, tivemos um esforço acima do normal para buscarmos o resultado”, declarou.

Coube, então, ao treinador são-paulino comemorar o ponto conquistado diante do segundo colocado da competição nacional. “Queríamos uma vitória aqui dentro, seria um resultado fundamental para o crescimento e resgate de confiança. Mas, pela maneira como foi o jogo, temos que comemorar porque vimos uma entrega muito grande da equipe. Se ainda existem falhas, por outro lado exalto a maneira como enfrentamos um time tão qualificado”, afirmou.

A admiração de Dorival pelo futebol do time gaúcho é tanta que virou motivo de inspiração para fazer o São Paulo melhorar de desempenho e colocação no Brasileiro.

“É o sonho de todo treinador: uma equipe que busca o gol a todo instante. O exemplo do futebol brasileiro é o Grêmio, o Santos de uns meses atrás e de 2010 e de algumas outras equipes que jogavam futebol, acima de tudo, agressivo, mas com posse de bola. Isso quebra e muito o sentido de marcação de qualquer equipe. Jogadores com mobilidade e tal confiança que as jogadas saem com naturalidade. Uma hora, o São Paulo vai jogar assim, com certeza”, declarou.

Com o resultado, o São Paulo perdeu uma posição e caiu para o 18º lugar, com 16 pontos. Na avaliação de Dorival, o importante é o time pontuar e não se apressar em sair da zona de rebaixamento, na qual está presente há seis rodadas. O próximo compromisso dos paulistas é o confronto com o Botafogo, no sábado, no Rio de Janeiro.

“A nossa realidade é pontuar a cada rodada. Se vamos ficar mais uma, duas ou três rodadas na zona de rebaixamento, mas pontuando, não vejo problema. Problema seria não pontuar, como vinha acontecendo. Ainda existe oscilação, a equipe ainda não entrou na fase de ganho técnico, mas, no momento que adquirir confiança maior, vai adquirir crescimento rápido. Se adquiri esse espírito, estaremos muito próximos de uma melhora”, falou.

Fonte:Espn